Tempo de leilão


FOTOS:DIVULGAÇÃO


MULATAS (1) de Di Cavalcanti e escultura (2) de Franz Kracjgerg, no Leilão da Rugendas; figura humana (3) de Regina Costa Val, no Leilão do Cozinha de Minas, e “Contra-Luz” (4), pintura de Márcio Schiaz




Morgan da Motta (*)
CRÍTICO/ARTES VISUAIS

Dois leilões e uma individual são os destaques maiores na semana. O primeiro, promovido pelo marchand Vitor Braga, na sala de eventos do Caesar Business, e o segundo pelos integrantes da União Mineira de Artistas Plásticos Profissionais de MG (leia-se antiga Amap).
Hoje, a partir de 21 horas, Vitor Braga, da Galeria Rugendas, promove leilão de Natal. São aproximadamente 130 obras de arte, a serem leiloadas numa única noite.
Vitor Braga, ex-goleiro do Cruzeiro e um dos mais sérios e confiáveis marchands, oferece, entre raridades versus preciosidades, dois Di Cavalcanti, sendo que um deles foi reproduzido em página inteira do catálogo do leilão de mestres latino-americanos realizado na Sotheby’s de Nova Iorque, e um Iberê Camargo de 1956. Também Alfredo Volpi da década de 70, Anita Malfati de 1927, catalogado pela fundação Malfatti, bronzes de Victor Brecheret e um Franz Krajcberg. Por outro lado, painéis de Siron Franco e Décio Veira, Reynaldo Fonseca, Scliar e Biancos - todos reproduzidos em conceituados livros - fora dos tradicionais. Dentre os estrangeiros é relevante citar Marc Chagal, Salvador Dali, Lasar Segall, Marie Laurecin e mais três obras de mestres franceses do século XIX: Henry Rondel, Jules Didier e Henry Montassier, e os brasileiros Teruz, Castagneto, Visconti, Antonio Gomide, Farnese Andrade, Marcier... O leilão acontece no Caesar Buisiness, na Avenida Luís Paulo Franco, 421, Belvedere, a partir de 21 horas.
Também hoje, a partir de 20h30, no Restaurante Cozinha de Minas, teremos leilão com propostas da organizadora, Celene Brant, e de Aretuza Moura, Neide Morais, Enezila, Maria Emilia Moura Campos, Fernando Fiúza, Herculano Ferreira, Bazel, Carlos Volney, Eymard Brandão, Jarbas Juarez, Margô, Tais Helt, Fátima Pena, Dora Brnadão, Regina Costa Val, Eliza Pena, Terezinha Escobar, Glória Lamounier, Ana Cristina Brandão, Abadia França e Umberto Guimarães. O leilão acontece no Cozinha de Minas, na Rua Gonçalves Dias, 45, Funcionários.
Por sua vez, a Errol Flynn Galeria de Arte, filial de Brasília, apresenta de amanhã até o dia 22 de dezembro a mostra de Márcio Schiaz. Um detalhe: o vernissage vai ser em Brasília; no entanto, no mesmo período, obras do artista estarão em display na sede principal da Errol Flynn de BH.
A exposição é composta por 60 propostas em óleo sobre tela, pintadas em 2007, englobando paisagens de cinco cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Ouro Preto e Brasília, cada qual homenageada com 12 pinturas. São paisagens desenvolvidas de maneira livre e, em nível de arte contemporânea, sem cair no gênero quase fotográfico.
Schiaz é paulistano, nascido em 1965 e, com pouco mais de duas décadas de vida artística, coleciona muitas premiações e participações em mostras internacionais.


(*) Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte, membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte e da Associação Internacional de Críticos de Arte (ABCA-AICA).Home Page: www.morganmotta.com. E-mail: mmotta@hojeemdia.com.br

03.12.2007