Mostra de Fernando Pacheco inaugura galeria



FOTOS: LUAN BARROS/DIVULGAÇÃO

1 - “O Pianista - Nuvens do Tempo de Luz”, de Fernando Pacheco: na galeria de arte da PUC

2 - “Caminho do Ouro, De Ouro Preto a Paraty”
Aquarelas de Jean-Paulo, expostas na Biblioteca Pública



Morgan da Motta (*)
CRÍTICO/ARTES VISUAIS

Na sequência das estréias, temos ainda Jean Paulo, na Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa e Fernando Pacheco inaugurando a mais nova galeria de arte da cidade, além de um painel para universidade. Trata-se de exposição de pinturas, propostas recentes e inéditas em óleo sobre tela de grandes formatos. A individual, que vai servir para a inauguração da Galeria de Arte da Biblioteca Padre Alberto Antoniazzi. O vernissage está marcado para a próxima quinta-feira, na PUC - Campus Coração Eucarístico.
Fernando Pacheco, um dos notáveis da chamada geração intermediário, que surgiu no panorama da arte contemporânea mineira no final dos anos 70 e no início dos anos 80, se impôs como um dos mais representativos pintores mineiros que elegeu a pintura como mídia principal. Suas obras de porte grande e monumentais, verdadeiros protótipos para a criação de painéis, saltam aos olhos e pairam nos limites do expressionismo e surrealismo. Como se vê, suas pinturas recentes irão marcar o início da mais nova galeria de arte alternativa na cidade.

Estrada Real
No ano passado, Jean Paulo se revelou um aquarelista de mão cheia, com individual na Galeria Murilo de Castro. Agora, devidamente estabelecido como artista plástico conceituado, se rendeu ao ‘Caminho do Ouro, de Ouro Preto a Paraty‘. (leia-se Estrada Real). Ex-aluno da Escola de Belas Artes da UFMG, Jean Paulo surpreende com suas aquarelas.
Por outro lado, quando não está trafegando pela aquarela, cria desenhos que são praticamente desenhos pintados que têm como base suas aquarelas qualificadas. Sua nova exposição individual será inaugurada amanhã, na Galeria de Arte Paulo Campos Guimarães (Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa).
Enfim, ele parte de uma Ouro Preto que parece flutuar em névoa e alcança a ensolarada Paraty, tendo como mote as marinhas com direito a barcos, o mar e as montanhas. Vale a pena conferir este seu lote mais recente.

Exposição Individual de Fernando Pacheco _ Galeria da Biblioteca Padre Alberto Antoniazzi, PUC Minas no Campus Coração Eucarístico (entrada pela Av. 31 de março, acesso 10). Inauguração: dia 12, às 19 horas. Visitas: no horário das aulas, de segunda a sexta.

Exposição individual de Jean Paulo - Galeria de Arte Paulo Campos Guimarães - Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa (Praça da Liberdade, 21). INauguração, amanhã, às 19 horas. Visitas: de segunda a sexta, de 8 às 20 horas e aos sábados, de 8 às 12 horas.


(*) Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte, membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte e da Associação Internacional de Críticos de Arte (ABCA-AICA).Home Page: www.morganmotta.com. E-mail: mmotta@hojeemdia.com.br

09.04.2007