Inspiração singular


FOTOS: JUNINHO MOTTA/DIVULGAÇÃO E SÉRGIO GERIN

- As propostas recentes de Maria Helena Andrés
- Objeto de Abraham Palatnik, que integra coleção
de Concreto e Neo-Concretos



Morgan da Motta (*)
CRÍTICO/ARTES VISUAIS

A Galeria de Arte Copasa inaugurou seu calendário 2007 no fim de semana, apresentando individual de telas inéditas de Maria Helena Andrés, inspiradas pelas águas e pelo azul. De quebra, homenageou todas as mulheres mineiras, pelo Dia Internacional da Mulher.
A artista apresenta 13 acrílicas sobre tela, onde exercita a liberdade da forma e faz releituras de suas fases anteriores. As obras, em estilo abstrato, proporcionam ao mesmo tempo uma releitura e desdobramento, com mais transparência e leveza, das fases Navios e Barcos, desenvolvida na década 60. Para titular essas obras, Maria Helena escolheu nomes poéticos como “Amanhecer”, “Missão Cósmica”, “Navio Fantasma”, “Embarcação Iluminada”, “Vôo sobre o Azul”, “Meditação”, entre outros.
Visando criar propostas tão singulares, a artista conta que desenvolveu uma técnica pessoal que se baseia na utilização de esponjas, daquelas usadas pelos pedreiros. Às vezes, aplica a tinta diretamente com a mão. Seu traço, cheio de energia, transmite o lirismo que aprendeu quando ainda frequentava as aulas do mestre Guignard, de quem foi aluna de uma das primeiras turmas, na década de 40. Ela também tem por hábito começar sempre de baixo para cima e da esquerda para a direita. Por que tal processo? Dizem que isso significa a busca do cosmos, o que confirma a expositora.
Sem pretensão de ser uma panorâmica da obra original, a mostra foca-se em sua ligação e desdobramentos de fases anteriores. O resultado é, então, transferido para tinta acrílica sobre tela, justificando sua posição de ícone do modernismo mineiro.
Artista plástica, professora, autora de vários livros sobre educação pela arte, tudo é superlativo e ousado na trajetória da artista nascida em 1922, ano do Movimento de Arte Moderna no Brasil. Ela participou de várias bienais internacionais de São Paulo, individuais e coletivas no país e no exterior, tendo obras em acervo de vários museus nacionais e internacionais, destacando-se da série “Barcos”, na conceituada Philips Collection, situada em Washington, nos Estados Unidos.
É estimulante ver uma senhora que já passou dos 80 anos experimentando e criando com tanta vitalidade e disposição.


Coleção

Mais uma mostra destaca os principais ícones dos movimentos Concreto e Neo-Concretos. Desta vez, a fonte é a coleção do casal Regina-Delcyr Antonio da Costa. O formato didático e interativo da mostra, exposta na loja “Objetos e Arte Singular”, vai permitir uma leitura prática e objetiva. Integram Abraham Palatnik, Amílcar de Castro, Aluísio Carvão, Alexandre Wolney, Décio Vieira, Hermelingo Fiaminghi, Franz Weisssmann, Geraldo de Barros, Hélio Oiticica, João José Costa, Judith Lauand, Laygia Clark e Ligia Pape. Também conceituados nomes como Maria Helena Andrés (fase neo-concreta que não tem nada a ver com a mostra comentada acima), Mario Silésio, Maurício Nogueira Lima, Rudolf Ludolf e Luiz Sacilotto.
O objetivo é compartilhar importante núcleo da coleção particular do casal Regina-Delcyr - Concretos e Neo-Concretos - com o público em geral, sem visar vendas.
Até 2010 está nos planos do casal criar uma Fundação com a sua coleção particular, considerada a segunda mais importante no Brasil, em termos de arte moderna e contemporânea.

Individual de Maria Helena Andrés - O Caminho das Águas. Em cartaz até o dia 8 de abril, de 8 às 18 horas (inclusive aos sábados e domingos), na Galeria Copasa, à Rua Mar de Espanha, 525, no Santo Antonio.

Concretos e Neo-Concretos. Da coleção do casal Regina e Delcyr Antonio da Costa, em coletiva, podem ser vistos a partir de quinta feira, à Rua do Ouro, 582, Serra, no Objetos e Arte Singular. De 16 a 31 à disposição do público.


(*) Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte, membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte e da Associação Internacional de Críticos de Arte (ABCA-AICA).Home Page: www.morganmotta.com. E-mail: mmotta@hojeemdia.com.br

12.03.2007