Técnicas diferentes, suportes diversos

MEGA escultura de Leandro Gabriel. BORDADO e pintura sobre tecido industrial de Orly Cogan. ESCULTURA de Fátima Santiago e retábulo de Rock Lane, no ambiente de Sheila Mundin, na Ambientare. ESCULTURA em sucata de Ferro - Leandro Gabriel. (Fotos/Divulgação)

Morgan da Motta (*)
CRÍTICO/ARTES VISUAIS


O que há de comum entre as exposições de Leandro Gabriel (Centro Cultural Prefeito Firmo de Mattos), Fátima Santiago (Ambientare) e Albano Afonso, Cinthia Marcelle, Jean Meeran, Efraim Almeida, Fábio Carvalho, Mauro Piva, Orly Cogan, Randolfo Rocha e Valérie Dantas (Léo Bahia Arte Contemporânea)?
Todos eles trafegam por diferentes técnicas e suportes variados. Ocupam espaços diversos e, no entanto, praticam experimentações similares.
A mostra individual de Leandro Gabriel reúne o que há de mais recente de sua produção artística e poderá ser vista, a partir de amanhã, no Centro Cultural Francisco Firmo de Mattos, na Casa Amarela (Contagem). Da conjugação de objetos de paredes, sofás em couro de vacas em preto e branco e esculturas nos jardins, a exposição permite fazer uma revisão da trajetória do Leandro nos últimos 10 anos. Praticamente todas as propostas do artista são elaboradas a partir de resíduos industriais. Sua invenção maior é contrapor peso e equilíbrio, permitindo uma inter-relação entre as obras expostas e os visitantes.

Auto-retrato

“Transmutação", em cartaz na galeria Léo Bahia Arte Contemporânea, reúne diferentes criadores em variados suportes. Se a concepção de auto-retrato pressupõe a figura do artista, seja em foto, pintura ou desenho, esta coletiva quebra esta expectativa. O auto-retrato aparece de costas ou sem rosto. O conceito da mostra é reunir obras de artistas que, de alguma forma, projetam sua figura sobre a própria obra.
Albano Afonso comparece com o retrato fazendo pendant com uma máquina e tripé. Cinthia Marcelle + Jean Meeran aparece com intervenções, que integram o programa de residência na Cidade do Cabo, na África do Sul.
Efrain Almeida cria um cachorro quase objeto em madeira umburana, óleo e veludo. Por sua vez, Fábio Carvalho faz fusão morfológica digital de 11 retratos dele de zero atéos 36 anos. Mauro Piva utiliza-se de aquarela, grafite e nanquim sobre papel usa e abusa de vários suportes, incluso o box-form.
Orly Cogan dá um toque erótico e até certo ponto circense ao seu trabalho. São bordados e pinturas sobre tecido industrial com corpos, flores e elefantes Natural de Israel, Cogan vive e trabalha em Nova Iorque. Randolfo Rocha fecha o ciclo com suas acrílicas sobre linho, fazendo sua crítica social. Já Valerie usa e abusa de imagens manipuladas sobre papel fotográfico e madeira.

Novo conceito

Um novo conceito de show room e galeria de arte acaba de ser inaugurado pela Ambientare, uma casa de móveis que sempre prestigiou os principais artistas plásticos locais. O espaço ocupa quatro andares está instalado na Avenida Amazonas, na Barroca. Em todos os andares estão objetos de chão e parede em aço inox e oxidados criados pela artista plástica Fátima Santiago. São mega esculturas plantadas no chão, num total de sete e mais 17 objetos de porte médio nas paredes ou sobre os móveis.
Paralelamente, os decoradores Glaucia Britto, Marcos Nobre, Sheila Mundin e Talita de Castro fizeram as principais vitrines. Além das esculturas, foram acrescentados retábulos, criados por Fátima a partir de madeira de demolições. Também no espaço, pinturas recentes de Sonia Melo, principalmente as que sugerem vazados versus tridimensionalidade.

Individual de Leandro Gabriel . Centro Cultural Prefeito Francisco Firmo de Mattos. Casa Amarela (Contagem). Rua Dr. Cassiano, 102. Centro. Visitas de segunda a sexta, de 9 às 17 horas e sábados e domingos, das 9 ao meio dia.

Coletiva Transmutação . Leo Bahia Arte Contemporânea. Av. Raja Gabaglia, 4875. Santa Lúcia. Visitas das 10 às 18 horas, de segunda a sexta. Aos sábados, das 10 às 13 horas. Em cartaz até dia 30.

Ambientare . Avenida Amazonas, 3790, na Barroca. Visitas de segundas a sábado, no horário comercial.

(*) Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte. Home Page: www.morganmotta.com. E-mail: mmotta@hojeemdia.com.br)

12.07.2005