Presépios premiados

Humberto de Araújo e seu presépio premiado na categoria Formato Livre (FOTO SÂNZIO MELLO)

A Galeria Telemar abriga presépios selecionados e premiados do concurso promovido pela empresa, em parceria com a Turminas. A entrada é gratuita e as obras podem ser visitadas diariamente, de 8 às 22 horas, inclusos sábados e domingos.
Entre 72 trabalhos inscritos, foram premiados cinco, e três outros obtiveram menções honrosas.
Maria Amélia Guimarães, premiada no ano passado, participa como convidada com Sala Especial, que apresenta tapeçarias.
A exposição se destaca pela criatividade e diversidade do material utilizado, que vai do tradicional papel-machê à palha de aço, passando por galhos de árvore, cerâmica, madeira, arte e até tampinhas de garrafa, limalha de ferro e lâmpadas.
A comissão julgadora foi integrada pela artista plástica e curadora da mostra, Yara Tupinambá, a crítica de arte Maria do Carmo Arantes e o folclorista Saul Martins.
Os vencedores da categoria Formato Livre foram Humberto Araújo, primeiro lugar com “Jesus Menino"; Oziel Barbosa Torres, segundo lugar, com o trabalho “O Messias", e Nivalda Mendonça e Hierte Torres, terceiro lugar, com o trabalho “Renovação da Vida".
Na categoria Pequeno Formato, os vencedores são Angélica Rodrigues dos Santos, com “Natal Tropical", e João Paulo da Mota de Souza, com “Brasileirinho".
Conquistaram Menções Honrosas: Marcia Brandão de Oliveira, Williwander Carvalho, e o trabalho de criação coletiva dos recuperandos do Pavilhão 6 da Penitenciária Nelson Hungria, de Contagem, que integram o Projeto Perspectivas.
Sobre os artistas selecionados e premiados, a curadora Yara Tupinambá destaca a proposta de Humberto Araújo.
Para ela, renovando um tema tradicional e, ao mesmo tempo, conservando as nossas mais caras tradições, a exposição nos remete a uma infância feliz, onde o culto do Natal era um ato de fé e esperança, um tempo de renovação, tornando nosso mundo mais humano e solidário.

Morgan da Motta
30.12.2002