Laborne capta o íntimo de Buenos Aires




Morgan da Motta (*)
CRÍTICO/ARTES VISUAIS

Paulo Laborne, um dos mais ativos e conceituados fotógrafos de Belo Horizonte, inaugura, semana que vem, a mostra “Buenos Aires”, ensaio sobre a capital argentina aqui antecipado em imagens inéditas (fotografias originais em preto-e-branco). Anteriormente apresentada na Embaixada do Brasil em Buenos Aires, a exposição será aberta às 20 horas da próxima
quinta-feira, dia 21.
Paulo Laborne coleciona prêmios nas áreas da fotografia, cinema e vídeo, no Brasil e exterior. Ele realizou
mais de 40 exposições individuais e coletivas, além de participar de inúmeros festivais de cine e vídeo. Nos últimos anos, a Fundação ConradoWessel tem selecionado fotos dele entre as melhores publicadas no Brasil.
No catálogo da mostra, assim escreve Fernando Brant, que tem grande admiração pelo fotógrafo e pela cidade de Buenos Aires: “A cidade que Paulo Labone nos revela é a que conheci: tem alma. É a Buenos Aires da vida intensa e dos grandes espaços, daquele caminhar que já foi mais chique, mas nunca deixou de ser elegante. O olhar do fotógrafo abraça a gente simpática e trabalhadora, desnuda seus gestos musicais, teatrais, pomposos, alegres e solitários. Vai nos detalhes, no interior de suas edificações, no interior de sua gente. A cidade capital do país irmão brilha em cores e humor nessas imagens feitas pelo Paulo, mineiro que sabe e vê”.
Paralelamente ao vernissage, vai ter show de tango, com aulas para quem quiser aprender os passos umtanto o quanto difíceis à maioria dos brasileiros. De quebra, o sorteio de duas passagens para Buenos Aires, com direito a acompanhante.


“Buenos Aires” - De Paulo Laborne. Vernissage dia 21, quinta- feira, no BH Shopping. Até 30 de março.



(*) Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte, membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte e da Associação Internacional de Críticos de Arte (ABCA-AICA).Home Page: www.morganmotta.com. E-mail: mmotta@hojeemdia.com.br

15.02.2008