Resumo HOJE revela os tesouros dos
colecionadores



FOTOS: TONINHO ALMADA/LEANDRO GABRIEL

1 - TADEU BANDEIRA terá sala especial no evento

2 - ARTE tridimensional que já brilhou na Bienal

3 - Em 3D:exposição no 3 MACUSP que revelou talentos
em três dimensões



Morgan da Motta (*)
CRÍTICO/ARTES VISUAIS

Tadeu Bandeira fez uma ótima opção pela arte em papel: fotografias, desenhos, gravuras e os mais variados suportes contemporâneos. Mas também integram sua coleção, esculturas, objetos e pinturas, num dos mais significativos recortes da arte mineira e brasileira. Detalhe: todo o acervo foi adquirido através de marchands e galerias de Belo Horizonte, como por exemplo Pace Galeria, de Leila Pace; Celma Albuquerque Galeria de Arte, e até a mais nova de todas galerias de Belo Horizonte: L.B. Arte Contemporânea.
Assim, a partir de hoje, no Resumo HOJE, teremos destaques em fotografias, propostas de Pedro Davi, Pedro Motta, João Castilho, Brígida Baltar, Flávio Carvalho, Luiz Flávio Silva, Rosangela Rennó entre outros, todos conhecidos nacional e internacionalmente. Dos objetos destacam-se, na coleção, obras de Farnese Andrade, Guilherme Machado, Marzano, Marcos Coelho Benjamin, Sebastião Manoel, Carlan, Luchessi, José Bento, Mauro Piva e Dudu Rezende. Por sua vez, nos limites do Tridimensional e dos relevos integram o acervo Marilá Dardot, Jorge Fonseca, o ferroviário de Conselheiro Lafaiete, uma espécie de Bispo das Gerais, com suas propostas recorrentes a Leonilson e Bispo. Ainda entre os destaques: Rodrigo Mogiz, Cristiano Rennó, Marta Naves, José Orlando Castano, Leo Brizola, Marco Paulo Rolla, Ana Hora, Arlindo Daibert e Celso Renato de Lima, que correspondem aos que trafegam pela pintura e desenhos.
Como se vê, o acervo de Tadeu é um dos recortes mais significativos da arte contemporânea brasileira. Sem dúvida, uma boa oportunidade para se conhecer o que há de mais vanguardista e contemporâneo da arte atual brasileira.


Talentos de edições passadas

O módulo `O Universo do Colecionador’, a partir da 30ª Edição do Resumo, contou com acervos das coleções de Regina-Delcyr Antonio da Costa, Paulo da Terra Caldeira, Renam e Celma de Faria Alvim, Marília-Raul Lagos Cirne, Cristiane e Ramaya Vallias, Iris e Eduardo Janot Pacheco, Marcos Vieira, entre outros.
Quanto aos Talentos Emergentes, de uma só família temos Loló, filha de Manoel Serpa e Selma Weissmann. Outros talentos são destaque, como Marcos Benjamin, Décio Noviello, Manfredo Souza Netto, e mais recentemente, Marconi Drummond e Franz Manatta, respectivamente curador do MAP e curador adjunto do MAM do Rio de Janeiro.
Na primeira edição do Resumo HOJE tivemos José Ronaldo Lima, líder maior da neo vanguarda mineira, a partir de 66, quando era realizada na Grande Galeria da Reitoria da UFMG, José Orlando Castano. Também integraram edições anteriores: Sônia Laboriau, Roberto Bethônico, Jayme Reis e Mário Arreguy.
A edição atual é dedicada à professora e educadora Juracy Mont’Alvão Longuinhos da Motta, que faleceu em 2006.
A exposição do ano Tridimensional na Arte Contemporânea, encerrada na Grande Galeria Hideo Kobayashi do Centro Cultural da Usiminas em Ipatinga, contou com os artistas Fabrício Fernandino, Fátima Santiago, George Hardy, Giulberto Lustosa, Graça Pires, Leandro Gabriel, Maria Amélia, Mirian Scofield, Paulo Coelho, Regina da Costa, Ricardo Carvão Levy, Thula Kawasaki, Tiago Fazito, Valdelice Neves, Valéria Delfin e Walter Navarro. Na sala especial, os nomes citados acima, estão representados por Fátima Santiago, Paulo Coelho, Gilberto Lustosa e Valéria Delfin. Eles foram sorteados entre todos os participantes que, através de suas propostas estabelecem uma linha divisória entre os conceitos de objeto, escultura e instalação.

(*) Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte, membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte e da Associação Internacional de Críticos de Arte (ABCA-AICA).Home Page: www.morganmotta.com. E-mail: mmotta@hojeemdia.com.br

16.04.2007