ABCA realiza premiação anual em SP

Morgan da Motta (*)
CRÍTICO/ARTES VISUAIS

A Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) realizou, na capital paulista, sua premiação anual, entregando troféus e placas a 32 personalidades, entre críticos, artistas e pesquisadores ligados às artes plásticas e ao meio artístico nacional. A solenidade foi realizada no auditório do Sesc, na Avenida Paulista, na noite de quarta-feira. Os grandes homenageados da noite foram a museóloga, gravadora, escritora e curadora Conceição Piló, de Minas Gerais; o crítico de arte e filósofo Benedito Nunes, do Pará; o cidadão do mundo, líder ecológico e artista plástico Frans Krajcberg, e a curadora, ensaísta e crítica de arte Matilde Mattos da Bahia. O Prêmio Ciccillo Matarazzo, dedicado aos mecenas, foi entregue à mineira Angela Gutierrez. Lélia Coelho Frota conquistou o Gonzaga Duque, atribuído a crítico filiado a ABCA pela atuação durante o ano; Nuno Ramos ganhou Prêmio Mário Pedrosa, para artista de linguagem contemporânea; Angela Âncora da Luz obteve o Prêmio Sérgio Milliet, por livro-pesquisa publicado. Charles Cosac, da editora CosacNaify, ficou com Prêmio Maria Eugênia Franco, de curadoria. Já o Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade, por seu turno, coube à Pinacoteca do Estado de São Paulo, por sua programação. O Prêmio Antônio Bento, referente à difusão das artes visuais na mídia, foi conquistado pelo Caderno ½Mais", publicado aos domingos pelo jornal Folha de São Paulo. Finalmente, o Prêmio Paulo Mendes de Almeida, para melhor exposição do ano, foi de Henry Moore.

(*) Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte. Home Page: www.morganmotta.com. E-mail: mmotta@hojeemdia.com.br)

20.05.2006