ARTES VISUAIS - MORGAN DA MOTTA(*) - VISUAIS: 21.10.2013

ESCHER: DESTAQUE MAIOR

SOB o titulo "A MAGIA DE ESCHER", as principais galerias de arte da Fundação Palácio das Artes apresenta o que há de mais importante de toda a trajetória do holandês Mauritis Cornelis Escher (1898-1972). Sem dúvida, o verdadeiro mestre Escher teria surgido apenas em 1937, dois anos após a saída da Itália, quando surgiram as ladrilhagens e ilusões óticas. Enfim, a partir da criação de imagens mágicas (leia-se verdadeiros quebra-cabeças visuais explorando espaço-tempo-perspectiva de maneira jamais vista). Além disso, a crítica recente vem se conscientizando de que o realismo e a ilusão de ótica são, para ele, ferramentas gêmeas, ideiais para expressar a combinação da eternidade (perspectiva e espaço) com infinitude (ladrilhamento e tempo). Daí, permite discernir a existência de um fio condutor e ininterrupto na obra do artista. Atualmente, é muito fácil alterar imagens no computador ou combinar objeto que nada tem a ver um com o outro. No entanto, Escher criava seus mundos estranhos com muito cuidado: talhando bloco rígido da madeira ou arranhando a pedra em termos de litografia.

Encontro: litografia de 1944.

Cada vez menor: xilogravura de 1958.

POR FIM, o que se tornou clichê, graças ao photoshop e aos programas 3D, para ele era a solução de um complexo quebra-cabeça, concebida e tendo base na prancha do desenho. Seu novo universo nasceu e cresceu ao ser desenhado. Nas galerias Alberto da Veiga Guignard (Grande Galeria), Genesco Murta e Arlinda Corrêa Lima, na Avenida Afonso Pena 1537, é o grande destaque em termos de mostras internacionais na cidade até o dia 17 de novembro. Trata-se de recorte reunindo desenhos, gravuras e fac-símiles deste pioneiro maior das artes gráficas, incluindo instalações interativas que permitem entender todos os "truques" e propostas óticas, excepcionalmente criados com maestria por Escher.

(*)Morgan da Motta é jornalista, cineasta e crítico de arte, membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) e da Associação Internacional de Críticos de Arte – AICA – órgão da UNESCO – PARIS.BLOG: www.morganmotta.com e e-mails: mmotta@morganmotta.com e contato@morganmotta.com