Um leilão de gigantes


FOTOS: DIVULGAÇÃO/VB

Trabalho de Cícero Dias (1) entre os destaques do Leilão de Primavera; Obra do pintor argentino Julio Romero Torres (2); Trabalho de Emeric Marcier (3); Escultura “Pantera” (4) de Vânia Braga e obra (5) de Werner Reinish


Morgan da Motta (*)
CRÍTICO/ARTES VISUAIS


Depois das mostras em cartaz ao longo de outubro e novembro, o destaque maior em artes na semana é o Leilão da Primavera da Vitor Braga Rugendas, nos limites das raridades e das preciosidades. Desde o final de semana, todas às obras - inclusive aquelas que pelas altas cotações são apresentadas fora do Leilão - estão em display, na Avenida Nossa Senhora do Carmo, 1650 - 2º andar.

Trata-se daquele grande show room onde, durante uma década, a Rugendas fazia seus leilões.
Por outro lado, os lances vão acontecer numa só noite, na quinta-feira, nos salões Ouro e Cobre do Hotel Caeser Business (Avenida Luis Paulo Franco, 421, bem próximo do BH Shopping), local onde funciona a nova galeria do Vitor Braga.
À parte o Leilão, as mostras em cartaz são a de André Burian-“Inconsciente”- que entrou em cartaz no fim de semana, na Belizário Galeria de Arte, e Rui Santana, o incansável, que tem vernissage na Agnus Dei Galeria, na quinta-feira, desta vez ob o título “Um novo Olhar sobre a Natureza”.
Desde sábado e até quarta, de 11 às 22 horas, obras de arte de mestres como Perez Rúbio, Di Cavalcanti, Iberê Camargo e até Júlio Romero de Torres, estão em visitação pública, tendo em vista o megaleilão da próxima quinta - feira.
De acordo com o marchand Vitor Braga, que capitanea uma das mais conceituadas galerias de arte de Minas Gerais que, paralelamente, realiza mostras e leiões.
Trata-se de um conjunto de obras de primeiríssima qualdiade, nunca antes reunido em BH.
Além de coleções particulares brasileiras, como a do recém-falecido Rubens Gerchmann, do veterano marchand Cláudio Gil, teremos a coleção do mineiro Oswaldo Dantés.
Entre as obras mais destacadas estão Cícero Dias, Tomie Ohtake, Ivan Serpa, Franz Krajcberg, Alfredo Volpi, Orlando Teruz, Amilcar de Castro, Rubens Gerchmann, Inimá de Paula, Arcangelo Ianelli, Burle Marx, Bruno Giorgi, Ceschiatti, Sonia Ebling, Bianco, Scliar, Marcier, Anita Malfatti, Arthur Pizza, Tarsila do Amaral, Aldemir Martins, Iberê Camargo, Salvador Dalí...



(*) Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte, membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte e da Associação Internacional de Críticos de Arte - Orgão da Unesco.
Home Page: www.morganmotta.com
E-mail: mmotta@hojeemdia.com.br


24.11.2008