VISUAIS 24.1.2011 MORGAN DA MOTTA

CARLOS FIORENTTINI INDIVIDUAL NO MINAS TÊNIS

X

DESTAQUES NO CALENDARIO PAULISTANO 2011



Proposta de Carlos Fiorenttini, em display na galeria doa Minas II.Foto divulgação doe artista.



Sem título – Ecoline e ouro sobre papel japononês de Mira Shendel, da coleção Ronie e Conrado Mesquita, foto da capa do catalogo da mostra no IAC.




Morgan da Motta (*)
CRÍTICO DE ARTES VISUAIS

CARLOS Fiorenttini, o pintor, com a individual “Faces no Carnaval”inaugura mostra individual às 20 horas de hoje, na Galeria de Arte do Minas Tenis II.A estréia do calendário da galeria da Unidade Bandeirantes, oferece um inusitado conjunto recheado de “pierrots”, colombinas e várias outras imagens que, além de resultar em pinturas serão desdobradas em termos de máscaras, cartazes numa infinidade de propostas gráficas.

Bastante conhecido pelos seus painéis com influências surreais e até renascentistas, antes da sua individual a ser realizada no Museu Inimá de Paula sob a curadoria da historiadora e crítica de arte Guiomar Lobato ela faz um pausa e por que não até certo ponto uma incursão em torno do figurativo e do popular, ou seja, sem cair no popularesco .Partindo das pinturas , agora ele nos propõe um exemplo de trabalhos em séries visando antes de tudo, atingir um público maior que jamais entrou ou entraria numa galeria de arte essencialmente.

Adquridas por um proprietário de uma cadeia de lojas e dublê de colecionador antecipadamente antes do vernissage de hoje à noite, Fiorenttini explora um vilão bastante explorado no eixo Rio-São Paulo.Depois, será a hora e a vez de dar asas à imaginação, mergulhando nas megas propostas surreais fazendo “pendant” com uma nova série incluso com influências reanscentistas, sua grife bastante conhecida e reconhecida, desde quando elaborou um painel de teto em casa do casal colecionador: Segismundo Gontijo.Aguardem em maio ou junho no Museu Fundação Inimá de Paula.

-Individual de Carlos Fiorenttini a ser inaugurada às 20 horas de hoje na Galeria de Arte do Minas Tênis II, à Avenida Banceirantes, 2323 (Serra), poderá ser visitada até o dia; 8 de março, no horário do funcionamente da Unidade Bandeirantes.Recomendamos uma visita na exposição atual, bem como na próxima ainda no primeiro semestre no Inimá de Paula.

DESTAQUES PAULISTANOS

Pois é, entre uma ida a Ilhabela (Litoral norte Paulista e outra até Angra dos Reis), numa pausa de 4 dias neste início de ano na paulicéia desvairada, aproveitamos para visitar coletivas e individuas destacadas, que ficam em cartaz até meados ou final de fevereiro.Daí, vamos às “tips” ou dicas se preferem.

Inicialmente, visitamos excepcional exposição de Mira Schendel, aquela cada vez mais em evidência desde a comentada mosta que no ano passado levou suas propostas e do argentino Leon Ferrari ao Museu de Arte Moderna , em Nova York.Suiça naturalizada brasileira Mira (1919)-1988) é homenageada com uma nova individual em Sampa”Avesso do Avesso” reúne 160 obras da artista, pertencentes a coleções pública e particulares, incluso várias do Museu de Arte da Universidade de São Paulo (MAC), produzidas entre as décadas 50-80.Todas realizadas sobre papel.Na seleção do curador Cauê Alves constam as principais séries criadas por Mira.No catálogo, textos do curador Cauê Alves e do Presidente da Fundação Bienal de São Paulo, Heitor Martins, através do recém-criador Polo de Arte Contemporânea, que corresponde a um resultado do empenho da Fundação Bienal em estimuar a formação de redes entre as diversas associações ligadas à arte e à cultura em São Paulo.A propósito, além de Mira Schendel no Instituto de Arte Contemporânea – IAC - tambem no Centro Universirário da USP - Maria Antonia, Rua Maria Antonia, n/s 258 estão no 294 propostas de Carlos Zilio, com suas figuras de Tamandúas, estão também la em display Celia Eualdo, com pinturas, Kika Nicoleta (vídeo) Frnanda Chieco (desenhos) e Luiza Baldan (fotografias).Vale a pena ver de novo, sem dúvida, pela importância dee todos eles e, em particular da Mira Schendel.Até o dia 27 de fevereiro.Demais dicas: Carlos Oswald, na Caixa Cultural – Galeria Vitrine Paulista, na av.Paulista, 2083, até 20 de fevereiro, bem como às mostras ”O Mundo Mágico de Escher, no Centro Cultural Banco do Brasil, até o dia 18 de março, de terça a domingo, Rua Primeiro de Março, 66 - Centtro do Rio de Janeiro e voltando a sampa: Pinturas recentes de Tomie Ohtake, no Instituto Tomie Ohtake que, aos 97 anos continua na ativa , até o dia 20 de fevereiro.Veja matéria já publicada aqui no espaço, algumas semanas passadas na nossa home page:www.morganmotta.com


(*)Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte, membro da Associação Brasileria de Críticos de Arte e da Associação Internacional de Críticos de Arte – AICA – ÓRGÃO DA UNESCO.
Home Page: www.morganmotta.com
E-mails: contato@morganmotta.com e mmotta@morganmotta.com