A volta de Ivo


FOTOS: DIVULGAÇÃO-MCGA/LUAN BARROS

OBJETOS calcinados e têmpera (1) de Gonçalo Ivo; “Osso Duro de Roer” (2); objetos em plástico, madeira e borracha (3), de Fernando Pacheco e série "Galáxias Pulsantes" (4) de Marisa Innecco




Morgan da Motta (*)
CRÍTICO/ARTES VISUAIS

Exposição acertada com dois anos de antecedência, Gonçalo Ivo tem vernissage amanhã, de 19 às 22 horas, na Galeria Murilo de Castro. Durante esses dois anos, as obras chegaram à galeria, praticamente uma por mês e, por incrível que pareça, foram sendo adquiridas pelos colecionadores. Daí, somente aquelas propostas que o artista trouxe de Paris, em agosto, é que estarão disponíveis.
Carioca que vive em Paris desde 1999, Ivo está sempre em atividade full-time no seu ateliê de Teresópolis. A propósito, ele realizou diversas individuais na França e Itália, onde tem livros publicados com textos de conceituados críticos da maioria dos países europeus.
De acordo com a crítica de arte Maria Alice Milliet, “Gonçalo não teme a intensidade da luz tropical, ao contrário, é dela que tira sua reverberação, o lusco-fusco da dissolução e os contrastes. A pintura de Ivo recorda a cidade, a vegetação, águas rasas e profundas, bandeiras ancestrais, muros, pisos, tecidos antigos, sem nunca ser descritiva”.
Sem dúvida, Maria Alice sintetizou de maneira prática e objetiva toda a criatividade e trajetória do artista. Para aqueles que ainda não tiveram o privilégio de entrar em contato com o que há de mais recente de sua produção, lembramos que estarão em display 20 pinturas, sete objetos e oito aquarelas. Recomendamos com entusiasmo - pelo artista, sua obra e sua trajetória.
Mudando de conversa. Desde sábado à tarde, a Objeto Singular, de Regina da Costa, oferece inusitada exposição individual de Fernando Pacheco. São 15 conjuntos de peças, ou seja, objetos pintados e colagens mistas com pinturas, inclusos gadgets os mais possíveis e inimagináveis, é o que faz a diferença. Fernando, um dos notáveis da pintura contemporânea brasileira, esclarece que não está fazendo uma exposição de pintura tradicional. São objetos que o acompanham há décadas e que servem de “espoletas” para sua pintura propriamente dita, não importa qual seja o suporte.
Enfim, são colagens com pintura mista, objetos em madeira com interferências, ossos, garrafas, plástico, óculos... Tudo isso, reitera Pacheco, compõe seu universo artístico, afetivo e visceral. Além disso, a pintura-colagem-objeto sintetiza as principais características da variada produção de sua preferência pela figura humana.
Fechando o leque dos destaques, a artista escolhida para a exposição do oitavo aniversário da Agnus Dei Galeria de Arte, com o seu conjunto “Galáxias Pulsantes”, é Marisa Innecco, que tomou três decisões: decidiu homenagear Inimá de Paula, seu grande incentivador no início da carreira, optou por uma fase inteiramente nova (leia-se galáxias Pulsantes) e, de quebra, homenageou a galeria na qual tem parte do seu acervo.
Quem acompanha a trajetória dela, sabe que suas obra sempre mostra uma profusão de cores que dão a dimensão exata de sua energia. Nesta individual, o espectador vai encontrar uma Marisa diferente em termos de suportes, construções e cores. O branco que ocupa suas telas valoriza os contrastes entre a luz e a sombra; o preto, em nenhum momento, é ausência de cor, e o vermelho intenso é a energia explosiva que movimenta o universo.

Gonçalo Ivo - Pinturas, objetos e aquarelas. Vernissage amanhã, às 19 horas, na Galeria Murilo Castro (Rua Benvinda de Carvalho, 60, Bairro Santo Antônio). Visitas de 10 às 19 horas, de segunda a sexta, e aos sábados, das 10 às 14 horas.
Fernando Pacheco - Objetos e pinturas. Na Objeto Singular (Rua do Ouro, 582, Serra). Visitas de 10 às 18 horas, de segunda a sexta-feira e, aos sábados, de 11 às 16 horas. Até 23 de novembro.
Marisa Innecco - Na Agnus Dei Galeria de Arte (Rua Santa Catarina, 1155, Lourdes). Visitas de 10 às 18 horas, de segunda a sexta, e aos sábados, de 11 às 14 horas. Até 23 de novembro.


(*) Morgan da Motta é jornalista e crítico de arte, membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte e da Associação Internacional de Críticos de Arte (ABCA-AICA).Home Page: www.morganmotta.com. E-mail: mmotta@hojeemdia.com.br

29.10.2007